terça-feira, 30 de novembro de 2010

A crise e as luzes de Natal


Acho piada. É. Acho piada.
Ah e tal estamos em crise, temos que fazer cortes orçamentais e mais isto e mais aquilo, mas as luzes de Natal já estão por aí, aliás, estão por todo o lado. Pelos vistos as autarquias nem por isso estão a fazer cortes nos balúrdios que gastam nas luzes de Natal. E são balúrdios mesmo!
Acho piada. É. Acho piada.

2 comentários:

BalDocas disse...

É verdade. Elas estão por todo o lado, hoje ouvi no Jornal da hora do almoço uma história sobre as luzes em Fátima, parece que é um exagero de luzes e de dinheiro, só não percebi o valor...

beijocas

Anónimo disse...

À partida pode parecer dinheiro mal empregue, mas tens de pensar nas consequências que esse gasto tem. Tomemos por exemplo Lisboa. Gastou-se não sei quanto em luzes, no carrossel, na pista de gelo, etc. Quais são as consequências? As pessoas vão à baixa passear, ver as luzes e já que lá estão aproveitam para fazer umas comprinhas no comércio tradicional. Pode não parecer, mas é uma ajuda incrível. E obviamente que as autarquias têm de ter isso em conta. Se não se fizerem compras no comércio tradicional as lojas fecham, as pessoas são despedidas, aumenta o desemprego, aumentam os subsídios de desemprego. Ao fim ao cabo não é uma despesa tão descabida quanto isso :)