quarta-feira, 24 de junho de 2009

Às vezes...

... nem sei o que sinto, nem o que penso, nem o que quero, nem o que espero, nem o que desejo, nem o que é certo, nem o que é errado, nem o que é exigível...

... o único sentimento que impera é a impotência, a incapacidade de agir...

3 comentários:

RJ disse...

Às vezes é só mesmo a "balança" a dar sinal de si. A desequilibrar-se para tornar a equilibrar-se. "Do caos ao cosmos"

beijinho :)

A minha essência disse...

E também reflexo do teu estado...

Bjokocas

lapsus disse...

Às vezes resulta sentarmo-nos num sofá, num "puff", fechar os olhos e deixarmo-nos estar, alheados dos problemas que continuam a bater à porta. Não é fácil mas são pequenos segundos em que se podem encontrar soluções. Espero que se resolvam esses problemas "Incógnita no Deserto". Porque a vida é um deserto, por vezes. Mas há sempre um camelo que nos ode dar boleia ;)
Bjcs